Queimaduras por acidente doméstico registram mais de 150 atendimentos por mês

Santa Casa de São José dos Campos é referência em tratamento; mês de junho alerta prevenção

Em 6 de junho é celebrado o Dia Nacional de Luta Contra Queimaduras e, ao longo de todo o mês, a campanha Junho Laranja traz alerta para a prevenção de queimaduras, problema o qual estima-se que, no Brasil, 100 mil pessoas são vítimas todos os anos, sendo 50% dos casos envolvendo crianças com até doze anos de idade.  O ambiente doméstico é o principal local dessas ocorrências. Na Santa Casa de São José dos Campos, que é referência no Vale do Paraíba no tratamento de queimados, em 2021, acidentes em casa geraram 1.882 atendimentos, uma média de 150 casos por mês.

“As queimaduras representam um agravo significativo à saúde pública. As lesões podem atingir camadas mais profundas, como tecido celular subcutâneo, músculos, tendões e ossos, levando à redução da elasticidade do tecido, deformidades e limitações funcionais da pessoa”, ressalta o coordenador da UTQ (Unidade de Tratamento de Queimaduras) da Santa Casa de São José dos Campos, Márcio Fontoura.

Sendo as crianças frequentemente vítimas da situação, o médico salienta que os pequenos devem ser mantidos longe da cozinha durante o preparo de alimentos, além de sempre direcionar o cabo das panelas para a área interna do fogão.

Para os adultos, entre as principais orientações estão manter o palito de fósforo longe do rosto ao acendê-lo, pois, dessa forma, ao escapar alguma chama, evita-se ser atingido por ela; verificar se, ao acender uma vela, a mesma está longe de produtos inflamáveis, como botijões de gás, solventes e tecidos, além de nunca manipular álcool, gasolina, querosene ou outros líquidos inflamáveis perto do fogo.

Dr. Márcio lembra que, em casos de queimaduras, o socorro deve ser ágil. “Os primeiros cuidados precisam ser rápidos e adequados para evitar complicações no tratamento”, fala, pontuando que medidas caseiras não devem ser utilizadas. “O uso de algumas substâncias deve ser evitado no local da queimadura, como pasta de dentes, pomadas, manteiga e óleo de cozinha. Além disso, não é recomendável remover os tecidos grudados nem estourar as bolhas”, completa.

A recomendação é que a área queimada seja colocada debaixo da água fria ou que se coloque compressas limpas e frias sobre a queimadura até o atendimento médico.

Festa Junina

No mês de junho, as tradicionais festas juninas aumentam o risco de queimaduras, com as fogueiras e artefatos explosivos. “Fique atento à aproximação do fogo e redobre a atenção para que as crianças não se aproximem da fogueira”, diz o coordenador da UTQ da Santa Casa de São José dos Campos.

Com relação aos fogos de artifício, bombinhas e similares, o médico pontua que o manuseio deve ser feito por pessoas acima de 18 anos, obedecendo as instruções que constam na embalagem de cada produto e, em caso de falha no explosivo, não se deve direcionar o produto para o rosto ou para outra pessoa.

“As festas juninas são para se divertir, confraternizar, então, atenção, cuidado e responsabilidade garantirão uma festa alegre e segura”, finaliza.

Assessoria de imprensa:

Predicado Comunicação

Carolina Fagnani – carolina@predicado.com.br – (11) 9 9144.5585 WhatsApp

Vanessa de Oliveira – vanessa@predicado.com.br (11) 9 7529-0140 WhatsApp

Patrícia Soares – patricia@predicado.com.br (11) 9-9571-7400 WhatsApp

Regras de Visitação

A quantidade máxima de visitantes por instituição solicitante é de 3 (três) pessoas.
Não é permitido fotografar e/ou as instalações, exceto o registro de fotos nas dependências do auditório, durante a apresentação inicial.
Não é permitido copiar e disponibilizar documentos sem autorização.
Duração da visita: 30 minutos de apresentação geral e 1 hora de visitação as áreas

Observações

  • O envio do formulário preenchido não caracteriza o agendamento da visita, sendo necessário aguardar o e-mail de confirmação da mesma.
  • A instituição se reserva ao direito de limitar o número de visitantes e alterar o roteiro de visitação conforme características do setor, sem aviso prévio