Santa Casa de São José dos Campos

A Santa Casa de São José dos Campos, por meio de seu plano de saúde – Santa Casa Saúde -  aderiu ao "Programa Parto Adequado", criado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE) e o Institute for Healthcare Improvement (IHI), e ainda conta com o apoio do Ministério da Saúde.

O programa tem como principal objetivo desenvolver modelos inovadores e viáveis de atenção ao parto e nascimento, que valorizem o parto normal e reduzam o percentual de cesarianas sem indicação clínica na saúde suplementar. A taxa de cesarianas na saúde suplementar é de 84% e na saúde pública chega a 40%, de acordo com o Sistema de Informações de Produtos – SIP/ANS – 2015.

Quando não tem indicação médica, a cesárea ocasiona riscos desnecessários à saúde da mulher e do bebê: aumenta em 120 vezes a probabilidade de problemas respiratórios para o recém-nascido e triplica o risco de morte da mãe.

A fase 2 do programa teve início em dezembro de 2017 e visa implantar o modelo padrão desenvolvido na fase 1 de incentivo ao parto normal. A Santa Casa já aderiu a metodologia apresentada e adotou diversas ações, como a visita guiada à maternidade da instituição, que ressalta todo o cuidado que a entidade tem com as mães e bebês e a sala PPP (Pré-Parto, Parto e Pós-Parto), construída para dar mais conforto aos pacientes durante o parto.

Além disso, a Santa Casa criou um curso de gestante, que prepara as futuras mamães para a nova vida, ressaltando os prós e contras do parto cesárea sem indicação médica. Com isso, a entidade busca mostrar as pacientes que o parto ideal é o mais adequado a saúde própria e do seu bebê.

07/06/2018


Hospital Geral

Policlinica

Clinica Sul