Santa Casa de São José dos Campos

O câncer de mama é o que mais acomete as mulheres em todo o mundo depois do câncer de pele não melanoma. É causado por alterações genéticas, diretamente relacionadas à biologia celular, que podem ser estimuladas por fatores externos relacionados aos hábitos de vida, como tabagismo, obesidade e alcoolismo.

Apesar da alta incidência em mulheres, a mortalidade deste tipo de câncer tem caído graças ao diagnóstico precoce. “A regularidade nos exames de rastreamento do câncer de mama como a mamografia é essencial. De forma geral as mulheres necessitam fazer a mamografia a partir dos 40 anos. Casos de forte antecedente familiar da doença deve ser relatado ao médico mastologista e pode ser indicação de antecipar a idade de início dos exames de rastreamento", explica a Dra. Bibiana Del Monaco Silva, mastologista da Santa Casa de São José dos Campos.

A Santa Casa conta com infraestrutura completa para atender pacientes com diversos tipos de câncer e atende cerca de 120 pacientes oncológicos por mês, entre eles mulheres com câncer de mama.

Nódulos nas axilas e mamas, retração, vermelhidão de pele, saída de secreção sanguinolenta ou translúcida pelo mamilo podem ser sinais da doença. “O autoexame pode identificar os primeiros sinais da doença, por isso é importante observar estes sintomas.  No entanto não devemos realizar somente o autoexame e sim ficarmos atentas aos prazos dos exames de rastreamento como a mamografia e ultrassom que é como conseguimos detectar a doença em sua forma inicial e assim alcançarmos a cura, afirma Dra. Bibiana Del Monaco Silva.

08/10/2018

 


Hospital Geral

Policlinica

Clinica Sul